SIGA-NOS PELO EMAIL

Conheça a sala de bate papo que esta revolucionando o mundo virtual

Club Cooee

BATE PAPO RESGATE E VIDA

pratas e folheados

domingo, 3 de junho de 2012

Posicionamento no Reino


Posicionamento no Reino



Qual o Seu lugar na batalha? Na frente das fileiras, ou bem no fim, para fugir dos tiros? Chega de Evangelho fofo!


“Quando, porém, Cefas veio a Antioquia, resisti-lhe face a face, porque se tornara repreensível.” Gl. 2:11

O texto acima, narra um momento em que Pedro, envolvido pelas circunstâncias que o cercavam, se deixou levar pela pressão dos homens, no caso, judeus, que haviam se convertido ao Senhor Jesus, mas não abriam mão da circuncisão, orientação dada por Deus até a vinda de Jesus.

Sabemos que depois da morte e ressurreição de Cristo, a circuncisão se tornou desnecessária, pois quando Jesus cumpriu a lei, nos proporcionou toda a Sua experiência através da morte e ressurreição pelo batismo n´Ele.

Assim, Pedro se constrangeu com a imposição deste costume entre os judeus e preferiu omitir sua verdadeira posição sobre o assunto, para não ter de encarar de frente os seus irmãos, que haviam sido ganhos para Cristo, mas que ainda não haviam compreendido sua nova realidade em Cristo Jesus.

Parece-me que hoje esse tipo de atitude é muito mais comum do que naquele tempo e sempre envolvendo assuntos polêmicos: Músicas do mundo, re-casamento, para cada questionamento dos homens, há uma resposta clara de Deus. No entanto, como pode haver tanta variação sobre um mesmo tema no meio da Igreja?

Há algumas razões que geram toda esta falta de unidade em torno da Palavra de Deus, e agora, cito uma: falta de posicionamento ou omissão.

Há muitas oportunidades de expressarmos claramente a posição do reino de Deus, porém, em alguns momentos, preferimos nos calar a criar um constrangimento, manter o silêncio “para não perder o amigo”, mas ao fazer isto, estamos deixando de ser a “luz do mundo”, de ser o “sal da terra”. Jesus disse que  “se o sal vier a ser insípido, para nada mais presta, senão para, lançado fora, ser pisado pelos homens.” Mt. 5:13
Ele mesmo foi perseguido por sua profunda franqueza.

Disse aos seus discípulos: “Vós não sabeis de que espírito sois.” Lc. 9:55

Disse aos  fariseus: “Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos.” Jo. 8:44

Disse a Pedro, um dos seus discípulos mais próximos: “Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens.” Mt. 13:23

Disse ao jovem rico: “Só uma coisa te falta: Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; depois vem e segue-me.” Mc. 10:21

E nós? Temos andado como Jesus andou? Temos nos posicionado diante da pressão do sistema do mundo, com suas sutilezas que seduzem a muitos? O jovem rico de que a Bíblia fala não tomou sua decisão por Jesus depois de ouvir a verdade, no entanto, muitos jovens tomariam a decisão certa se estivessem no lugar dele! Porque teriam ouvido a verdade!

Quando não deixamos a verdade ser substituída pela comodidade da carne e das sutilezas deste mundo, estamos também educando aos novos irmãos com zelo e responsabilidade. Não há espaço para o pecado nem para a mentira dentro da Igreja. Quando porém nos omitimos de ministrar e manifestar a verdade, estamos contribuindo para o avanço da estratégia de satanás de enganar a muitos, inclusive os próprios eleitos, nos tornando co-participantes do pecado, devido a nossa omissão.

Nosso lugar na batalha é na linha de frente com intrepidez e ousadia no Senhor Jesus para manifestar toda a verdadeira e absoluta palavra de Deus! Nada de Evangelho fofo! Lembremos que a Igreja não vive sob um regime democrático (todos mandam), mas em um regime Teocrático (somente Deus pode decidir o que deve ser feito).

E certamente Deus vai aprovar nossa decisão!



Samir Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário